Confira seis endereços para tomar caldo quentinho em Belo Horizonte

/

Isla Prata, do Projeto Comer, para listar os seus endereços favoritos que servem — e até entregam — os pratos.

Influenciadora de gastronomia, Isla Prata lista os seus endereços favoritos que servem caldos quentinhos em Belo Horizonte. Na foto, o caldo de mandioca do Bar da Cida, no Floramar.

Os últimos dias foram de temperaturas geladas em Belo Horizonte, com direito a dia mais frio do ano na segunda-feira (7), com os termômetros marcando 8,8°C. O clima é perfeito para tomar um caldo bem quente para aquecer o corpo neste inverno. Diante disso, o Sou BH convidou a Isla Prata, do @projetocomer, para listar os seus endereços favoritos que servem — e até entregam — caldos quentinhos. Confira.

Caldos da Sayo

“Nossa maior descoberta este ano. Um lugar simples, com atendimento super familiar. Por ser na garagem da casa da própria Sayo, que cozinha com o maior amor do mundo, é importante fazer reserva pelo Instagram mesmo. Já experimentamos diversos pratos por lá, o cardápio tem uma pequena variação semanalmente, mas mantém os principais: feijão, mandioca e angu à baiana. E tudo que comemos por lá, nós amamos. Os caldos giram em torno de R$10,00. Infelizmente não trabalham com delivery, mas você pode fazer o pedido para retirar na Rua Taperi, 350, Vila Oeste.”

Nonô – O Rei do Caldo de Mocotó

“O mais tradicional caldo de mocotó de BH não poderia ficar de fora desta lista. Até porque, aqui em casa, o Ignácio, meu marido, é fã número um de lá. Como o próprio nome diz, o caldo de mocotó de lá é o carro chefe da casa. Porém, no ano passado lançaram caldos de mandioca e de feijão. Já experimentamos todos e são deliciosos. Além do balcão mais democrático da cidade, eles também estão com delivery, nas plataformas IFood, 99food, e Uber Eats. Os caldos giram em torno de R$12,00. Se a sua pedida for o caldo de mocotó, não se esqueça do “ovinho de codorna”. Ele é o xeque-mate do caldo. O Nonô fica na Avenida Amazonas, 840, no Centro.”

Bar da Cida

“Um lugar especializado em caldos e que existe desde 1989. Cheio de histórias e sabores, lá você encontra caldos de mandioca, feijão, dobradinha com feijão branco, canjiquinha com costelinha, e toda quinta-feira, angu com suã. O difícil sempre vai ser escolher. Os caldos giram em torno de R$14,90. Ela trabalha com delivery através do iFood, Uber Eats, e direto com eles pelo telefone: 3434- 8715. O endereço é rua Numa Nogueira, 287, Floramar

Bar do Juveninha

“Chamamos lá de quintal de casa, de tanto que amamos e frequentamos. Pode estar fazendo 40° em BH que o angu à baiana de lá, cai perfeitamente bem! Peça uma caneca do molho extra da língua que o seu angu ganhará um upgrade, vai por mim. Lá você pode escolher comer o seu angu com carne moída, carne cozida ou suã. Já comemos todos e vamos revezando os pedidos. O angu à baiana gira em torno de R$24,90. Você pode escolher porção inteira ou meia. Normalmente pedimos a meia, pois é muito bem servida. Eles trabalham com delivery próprio e sempre encontro eles no iFood com frete grátis também. Peçam pelo app próprio deles, o Juveninha Food Service, e ganhe desconto. O endereço é Rua Castelo da Beira, 262, Castelo.”

Bolota’s Bar

“O lugar que, até então, comemos a melhor dobradinha com feijão branco em BH. Buteco com tira-gosto raiz e, que nesse frio, também tem caldos de mandioca, feijão, costelão com mandioca, angu à baiana e a “tal” da dobradinha. O Léo tem um carisma sem igual, isso torna o lugar alegre e muito receptivo. Tudo que comemos lá estava delicioso. Ele fica na Serra, na Rua Capivari, 433. Também trabalham com delivery próprio. Você pode pedir através do telefone: 98552-1011.”

Bar du André

“Vamos fugir um pouquinho de BH, mas não muito, vamos ali em Contagem. O Bar Du André sempre nos foi muito indicado no Projeto Comer, o lugar sempre tem filas, mas vale a pena esperar. Dobradinha deliciosa, caldo de mandioca muito gostoso. E o angu à baiana deles com queijo é sensacional! Os caldos giram em torno de R$18,90. O endereço é Rua Peregrino Varela, 136, Nossa Senhora do Carmo, Contagem.”

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
This div height required for enabling the sticky sidebar