Pular para o conteúdo

Cantora e compositora Ana Proença faz única apresentação no dia 3

    No show “Samba, minha inspiração”, a cantora e compositora mineira Ana Proença e banda chegam para festejar o gênero que é a identidade nacional, seus compositores e intérpretes. No dia 3/6, sexta-feira, às 20h30, Ana transformará o Teatro do Centro Cultural Unimed-BH Minas em um terreiro onde o samba será cantando e louvado, e lançará o single “Senzala”, composição de Ítalo Batista, Juninho de Sousa, Betinho Moreno e Bruno Cupertino. A apresentação conta com a participação dos cantores mineiros Vivi Amaral, Cliver Honorato e do rapper Preto Loko. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) e podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro ou no site Eventim. A classificação é 12 anos.

    Nomes como Cartola, Candeia, Nelson Cavaquinho, Dona Ivone, Clara Nunes, Moacyr Luz, Paulinho da Viola, Elza Soares, Dona Eliza, entre outros bambas do samba compõe o repertório de Ana Proença. Ana Proença se prepara para, em outubro, lançar o EP “Eu sou assim”, com canções autorais. Neste show, Ana  interpretará canções autorais, além trazer à baila os grandes sambas que permeiam a memória afetiva dos brasileiros.

    @jorgepereirafotografo

    Sobre Ana Proença

    A artista, que conta com 15 anos de carreira, é uma das cantoras e compositoras que eleva o samba na capital mineira. Ana Proença integra o Coletivo Donas de Si, formado por mulheres da cena do samba mineiro e, em 2019 e 2020, apresentou o espetáculo Dona Ivone Lara: Mas quem disse que eu te esqueço, no Cine Theatro Brasil Vallourec. Ana Proença se dedica ao estudo do canto popular, e tem trajetória em trabalhos coletivos e solo, com objetivo de consolidar e ampliar sua formação como intérprete e compositora.

    Como intérprete, Ana participou do Concurso de Marchinhas Mestre Jonas cantando as canções Xô Preconceito (2020) e Marcha do Capetão (2019), classificadas para as fases semifinal e final do concurso. Foi integrante do Trio Amarilis, grupo vocal formado por cantoras mineiras. Seu primeiro show solo foi em 2013, quando homenageou Dorival Caymmi no teatro da Escola Superior Dom Helder Câmara. Desde 2017, Ana é uma das organizadoras e também a única mulher integrante do Samba da Feirinha, roda que acontece na região oeste de BH há mais de dez anos. Participou das quatro últimas edições do Encontro Nacional de Mulheres no Samba, que reúne, anualmente, mulheres sambistas do Brasil e do mundo. Ana Proença se dedica ao estudo do canto popular, e tem trajetória em trabalhos coletivos e solo, com objetivo de consolidar e ampliar sua formação como intérprete e compositora.

    Serviço:

    Samba, minha inspiração, com Ana Proença

    Data: 3 de junho de 2022, sexta-feira
    Horário: 20h30
    Classificação: 12 anos
    Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

    Horário de funcionamento da bilheteria: de segunda a sábado, das 13h às 19h. A bilheteria funciona até 30 minutos depois do início do espetáculo. Formas de pagamento: dinheiro e todos os cartões de débito e crédito.

    Horário de abertura da plateia para entrada do público: 30 minutos antes do horário da apresentação.

    Mais informações: (31) 3516-1360.

    Estacionamento com acesso interno: entrada pela rua da Bahia, ao lado do Teatro. Após estacionar o veículo, o usuário chega ao Teatro por elevador interno, com rapidez e segurança.  O Estacionamento fica aberto até meia hora após o fim do espetáculo.

    Rate this post