A performance de retorno de Belo Horizonte e a performance do público esgotaram

Ao retomar as atividades culturais com o público, artistas e produtores celebram sua existência, mesmo dentro dos limites da pandemia.

No último final de semana, a agenda cultural de Belo Horizonte foi marcada pela retomada das apresentações públicas. A Prefeitura autorizou um evento presencial no dia 3 de julho. Seguindo o protocolo de segurança para evitar a disseminação do COVID-19, shows e peças voltaram para a capital mineira.

O musical “A hora da Estrelas ou O canto de Macabéa” com a atriz Laila Garin, inspirado nas obras de Clarice Lispector, é uma das atrações do fim de semana. O espetáculo estreou no CCBB-BH no dia 14 de julho e teve os ingressos esgotados no sábado (24/07) e no domingo (25/07). A temporada mineira termina nesta segunda-feira (26/07) e os ingressos também já estão esgotados.

“Até a véspera da edição do decreto, não sabíamos se isso realmente aconteceria”, disse a produtora Andrea Alves. Embora marque a chegada do espetáculo de forma preocupante, comemora seu sucesso junto ao público. “As pessoas ficam felizes em voltar ao teatro. Dá para ver a emoção de quem assistiu ao espetáculo. Ainda temos um longo caminho a percorrer antes de voltarmos ao normal, mas para nós Belo Horizonte é muito importante”, afirmou. .

 

(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
This div height required for enabling the sticky sidebar